Informação sobre psoríase, causas, sintomas e tratamento da psoríase, com diagnóstico do grau de gravidade de cada situação e dando dicas para que quem sofre com psoríase, doença crônica infecciosa, possa melhorar a sua qualidade de vida.


Conhecendo a psoríase

A psoríase é uma condição comum da pele que afeta 2 a 3% da população. 
Psoríase é muito simplesmente uma aceleração dos processos de substituição habituais da pele. Normalmente as células da pele levam cerca de 21 a 28 dias para substituir-se a si mesmo, mas na psoríase este processo é muito acelerado, e as células da pele podem ser substituídas a cada 2 a 6 dias, resultando numa acumulação de células da pele, na superfície da pele, sob a forma de uma placa psoriática. Este processo é o mesmo, sempre que ocorre no corpo.
A psoríase pode ocorrer em qualquer altura ao longo da vida, afetando crianças, adolescentes, adultos e idosos, afetando homens e mulheres de igual modo.
A psoríase não pode ser transmitida a partir de outras pessoas nem pode ser transmitida a partir de uma parte do corpo para outra.

Manchas de psoríase (também conhecidas como placas, são manchas vermelhas, levantadas na pele, cobertas de escamas branco-prateadas. As escamas branco-prateadas são a acumulação das células de pele à espera de ser eliminadas, e a vermelhidão é devida ao aumento dos vasos sanguíneos necessários para suportar o aumento na produção de células. A psoríase pode variar na aparência de leve a grave. As placas podem aparecer numa variedade de formas e tamanhos, variando desde alguns milímetros até vários centímetros de diâmetro. As placas de psoríase têm uma aresta bem definida a partir da pele circundante. 
A maioria das pessoas (80%) com psoríase, têm psoríase em placas (também conhecida como psoríase vulgar - vulgar significa apenas comum) em que as placas tendem a aparecer mais frequentemente nos cotovelos, joelhos, região lombar e couro cabeludo, embora qualquer parte do corpo possa ser afetado. 
Manchas de psoríase gutata são pequenas (muitas vezes menos de 1 cm de diâmetro) e escamosas, e podem ser numerosas, cobrindo muitas áreas do corpo, e sendo vistas mais frequentemente em crianças e adolescentes, podendo ser desencadeadas por uma infeção na garganta. 
O aparecimento da psoríase em áreas sensíveis, como as axilas e virilha surge muitas vezes com cor vermelha e brilhante e com pouca ou nenhuma escala. Não é incomum que a psoríase provoque coceira, podendo por vezes provocar dor ou ferida.
Outras formas de psoríase incluem psoríase pustulosa, onde pequenas bolhas aparecem, geralmente nas mãos e nos pés e psoríase ungueal, nas unhas, onde ocorrem mudanças na aparência e textura.

Índice dos artigos relativos a Psoríase
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL